Top Menu

Por que fuga de sinal, por que agora?

A entrada de ruído é o maior problema das operadoras de cabo desde o advento das instalações de TV a cabo, apenas para ser agravada pela introdução de serviços de duas vias. Apesar de décadas de inovação, a solução milagrosa para resolver completamente esse problema ainda não foi encontrada.

Por que o ingresso de ruído é um desafio:

  • O ingresso na direção upstream é cumulativo (efeito de funil) – muitas fontes pequenas de ingresso são cumulativas, pois os vários ramos da arquitetura típica de árvore com ramificações combinam-se em um tronco comum, resultando em um efeito final bem maior. Uma única deficiência na blindagem pode derrubar os serviços de um node inteiro se estiver próximo de uma fonte de ruído. Também é impossível localizar remotamente onde o ingresso na direção upstream específica, que afeta o serviço, está entrando nas instalações.
  • O ingresso é, em geral, intermitente – nada é mais frustrante do que perseguir um problema de ingresso de ruído durante horas e depois vê-lo desaparecer. Você resolveu uma deficiência grande na blindagem, que permitia o ingresso de fontes de ruído ou a fonte de ruído desapareceu (as luzes da rua apagaram, alguém terminou o exercício em sua esteira etc.)? Cada vez que uma fonte de ruído é ativada, isto gera outra corrida para descobrir onde ela está entrando nas instalações, antes de desaparecer novamente.

Técnicos experientes tornaram-se bastante eficientes em usar técnicas de dividir e conquistar para localizar e reparar fontes de ingresso, entretanto essas práticas de campo comuns criam muita insatisfação nos clientes e potencialmente sua evasão, tanto quanto os próprios problemas de ingresso de ruído. A abertura de caixas de amplificação permite ingresso massivo durante o teste, e puxar os pads (sim, alguns dos seus técnicos ESTÃO puxando os pads) pode derrubar o serviço em segmentos inteiros da instalação. Algumas vezes a cura é pior que a doença! Talvez seja hora de pensar de forma diferente sobre esse problema.

Por que a fuga de sinal ocorre

As operadoras de cabo não podem controlar as fontes de ruído externas que afetam seus serviços, mas podem controlar as debilidades na blindagem, que deixam o ruído entrar. É nesse ponto que as técnicas de fuga em instalações são muito úteis – permitindo a localização rápida e eficiente das debilidades da blindagem da instalação, em um processo 100% sem impactos.

  • Localização precisa das deficiências na blindagem – sem efeito de funil!
  • Encontre deficiências na blindagem em qualquer momento – sem intermitência nas fontes de ruído
  • Nenhum impacto ao serviço durante o processo de troubleshooting – a fuga é um processo sem contato

Começar é muito simples

Começar pode ser tão simples quanto equipar seus técnicos de manutenção com medidores de fuga para detectar deficiências na blindagem, em que a OFDM está com fuga da rede.

A partir deste ponto é possível:

  • Adicionar tagger de leakage que permita a detecção de fugas menores em qualquer local do seu espectro.
  • Adicionar suportes móveis em caminhões, permitindo a detecção contínua de fugas conforme que o técnico dirige para o trabalho
  • Adicionar um servidor de coleta de dados centralizado, permitindo coletar, analisar e priorizar quais fugas devem ser tratadas em primeiro lugar em toda a rede
  • Integrar esses dados de fuga centralizados com PNM, QoE e dados de monitoramento do caminho de retorno, fornecendo um quadro mais completo da integridade da instalação, permitindo visar tarefas de manutenção de forma ideal para máximo retorno dos investimentos.

Instalações bem feitas simplesmente operam melhor e, embora nem todas as fugas reparadas melhorem imediatamente o SNR ou reduzam erros de codeword, ao longo do tempo os benefícios de uma instalação estanque serão tangíveis, tanto nos resultados financeiros da empresa como na satisfação dos assinantes.

 

Saiba mais sobre produtos VIAVI para fuga de sinal em cabos

Siga a VIAVI no LinkedIn para conferir o restante desta série de publicações

About The Author

Avatar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
Close